Projeto Apoio Fraterno

O projeto Apoio Fraterno iniciou suas atividades em 2002 na cidade de Santo Ângelo.

É um grupo de auto e mútua ajuda para dependentes químicos e codependentes.

Reúne-se uma vez por semana para realizar um estudo espiritual de alinhamento moral e também uma vivência em grupo para realizar um fortalecimento dos seus participantes.

 

Estatísticas do Apoio Fraterno de Santo Ângelo:

Número de pessoas voluntários ativos no AF-SA: 23 voluntários

Média de Assistidos de 2010 até maio de 2017: 11899 assistidos

Número de encontros até maio de 2017: 720 encontros

 

Com o desenvolvimento do grupo e a necessidade de contar com voluntários bem capacitados, o projeto Apoio Fraterno deu início a cursos de capacitação para o desenvolvimento de uma rede própria de voluntários que seguem a metodologia do Apoio Fraterno.

As capacitações são solicitadas por outras AMEs, casas espíritas ou por iniciativas privadas que percebem neste projeto a oportunidade de realizar um bom trabalho de prevenção e suporte no tratamento da Dependência Química.

 

Da necessidade de documentação e formalização da metodologia do Apoio Fraterno, e também para facilitar o processo de capacitação e treinamento de novos voluntários, foi publicado o livro “Capacitando para o Apoio Fraterno”.

Esta obra é a quarta versão de outras obras com a mesma intensão. Apresenta toda metodologia do Apoio Fraterno, questões para debate e aprendizado e também conta com artigos em colaboração de membros de outras AMEs e demais voluntários. Para saber mais sobre este livro, sanar dúvidas ou adquirir seu exemplar clique aqui.

 

Com o desenvolvimento de novas turmas do projeto Apoio Fraterno, a AME-SA percebeu a necessidade de realizar uma assessoria técnica regular nas outras cidades onde os grupos permanecem em atividade. Regularmente uma equipe da AME realiza uma interação com as outras edições do Apoio Fraterno para solucionar dúvidas, verificar os procedimentos e delinear a condução para manter a linearidade do projeto. São tratadas dúvidas sobre a metodologia, alinhamento de técnicas e orientação sobre o melhor proceder do grupo voluntário.

Esse roteiro de visitação é definido conforme a necessidade e a proximidade do grupo matriz em Santo Ângelo.